4 de janeiro de 2024

Verity

Já conheço a autora desde Isto Acaba Aqui, cuja review podem ler neste post. Mas para muitos, o melhot de Colleen Hoover até ao momento é o Verity. Lançado em finais de 2018, chegaria a Portugal cerca de um ano depois e veio confirmar que Colleen Hoover é daquelas escritoras que a cada lançamento estabelece um novo record de vendas.

Colleen Hoover

O Livro

A história começa com Lowen Asleigh a testemunhar um atropelamento quando se dirige para uma reunião de trabalho. O episódio é contado na primeira pessoa e mostra toda a ansiedade da jovem escritora com pouco sucesso e muitas dificuldades financeiras, que virá a ter a grande oportunidade para equilibrar as contas ao ser contratada para dar continuidade à série de livros que uma outra escritora famosa deixou de poder escrever depois de um acidente a tornar completamente incapacitada para terminar o contrato editorial. Só que para conseguir ter coerência no desenrolar da série, Lowen terá que conhecer muito bem Verity, a famosa escritora. E para isso irá ter acesso ao seu mundo, incluindo o meio familiar e toda a vasta escrita deixada no desarrumado escritório da casa onde o atraente marido Jeremy e o filho de ambos habitam.

Só quando Lowen descobre o diário secreto no meio de tantos papeis é que se apercebe que pode estar perante uma personalidade muito mais complexa do que até aí supunha, o que a coloca numa situação em que ou conta o que descobriu, ou omite e deixa que o marido continue a pensar que vive e cuida de uma mulher extraordinária.

Este livro teve posteriormente uma edição especial com um capítulo extra, o qual hoje em dia pode ser facilmente encontrado na internet, dando assim uma nova dimensão à história anteriormente apresentada.

A Minha Opinião

É um livro que se lê facilmente. A escrita de Collen é acessível, o que explica o enorme sucesso que tem vindo a obter. É uma história que tem mistério, tensão e romance, tudo ingredientes que facilmente prendem o leitor. Se é o tipo de livro que recordarei daqui a alguns anos? Não é, de todo, mas cumpre o seu papel, proporcionando horas de distração. Eu compraria de novo.

Posto isto, se procuram uma leitura desenvolta e que entretenha, este livro é indicado para o efeito. 

2 de janeiro de 2024

Feliz Ano Novo


Já é um hábito antigo, sempre que possível, ir ver o mar logo no primeiro de Janeiro. É assim uma espécie de renovação e para mim a água, seja do mar ou não, tem um efeito calmante e rejuvenescedor.

Que seja um ano bom a todos os níveis e para todos os que aqui passarem vão os meus desejos de prosperidade e muita coisa boa.

Feliz 2024!


28 de dezembro de 2023

Ponte Ciclopedonal e passadiço

Inaugurada em Agosto de 2023 a Ponte Ciclopedonal sobre o Rio Trancão é a extensão do percurso que surge no Parque das Nações e marca a passagem entre os concelhos de Lisboa e Loures. É uma ponte feita em aço e madeira e tem como continuação um passadiço que segue à beira do Tejo na direção de Vila Franca de Xira. Está pensado para fazer parte de uma rede de percursos pedonais que irá sendo continuamente alargada.

É um local excelente para fazer uma caminhada e tem-se acesso ao passadiço por várias entradas no seu percurso, não sendo necessário começar numa das extremidades. Fui conhecer a pequena ponte sobre o rio Trancão quando este se encontra com o rio Tejo, em Sacavém e fiz uns quantos metros até ao primeiro observatório. Estes abrigos estão espalhados ao longo do passadiço e permitem descansar enquanto de observa a paisagem natural.

O encontro do Trancão com o Tejo

A ponte a unir dois concelhos


Ao fundo, a ponte Vasco da Gama, sobre o Tejo


Primeira paragem num posto de observação


E a partir daqui seguiria para o próximo ponto de observação se continuasse a caminhar, mas voltei para trás. Talvez numa próxima oportunidade faça uns quantos quilómetros.





É sem dúvida um percurso encantador que eu aconselho muito a experimentar. E por aí, alguém gosta de fazer caminhadas em passadiços?


24 de dezembro de 2023

Feliz Natal

E eis-nos chegados ao Natal. Da minha parte resta-me fazer votos para que passem esta data da melhor maneira. Comam, bebam mas acima de tudo espalhem e recebam muito amor. 





 

21 de dezembro de 2023

As renas mais fofas que vão ver hoje

E como prometi, cá estou de novo com o tema Natal, desta vez para apresentar as últimas costuras deste ano. Duas renas dos moldes Tilda que fizeram com que eu voltasse a pegar nas agulhas de tricot, coisa que já não acontecia há imenso tempo. Muitas vezes as renas são apresentadas apenas com um cachecol, a própria marca dos moldes apresenta-as assim mas como também é costume colocar uns cardigans quentinhos, aptei por esta última hipótese e aqui estão elas agasalhadas, as cores escolhidas têm a ver com opções anteriores, uma vez que as renas vão fazer parte de um ambiente já criado.


Que acham, gostarem destas personagens? Coloquei até uns galhos e estão mesmo fofas. Em dois tamanhos, passarão a integrar "o meu portfólio", por assim dizer.

18 de dezembro de 2023

Iluminações de Natal

Sabem que gosto imenso desta época do ano e tento sempre ir ver as iluminações de Natal. Fui dar uma volta por Cascais e este ano acho que superou os anteriores. A iluminação está maravilhosa a par de outras iniciativas e desfiles que vão ocorrendo. A vila respira Natal e a novidade este ano é uma bola gigante coberta de luzes que, sincronizadas com a música, transmitem um ambiente verdadeiramente festivo. 


Fachada do edifício da Câmara Municipal

A árvore instalada na baía


Dentro da bola gigante 





Um palco num outro espaço onde decorrem atuações
 
O brilho está por toda a parte




Nesta época torno-me um bocado infantil, eu sei, mas não resisto a mostrar mais um pouco do ambiente natalício vivido por ali.



Entretanto, ainda volto aqui antes do Natal, acabei hoje umas costuras e ainda quero mostrar o que andei a fazer.



29 de novembro de 2023

Um Estranho Dentro de Casa

Hoje trago a review de um livro de Shari Lapena. Foi o primeiro que li desta escritora nascida no Canadá em 1960 e que já conta com alguns êxitos no seu curriculum. Formada em Direito, foi também professora de inglês, antes de se dedicar inteiramente à escrita. O seu romance de estreia foi Things Go Flying em 2008 e desde aí nunca mais parou de escrever e colecionar prémios.

O Livro

Publicado originalmente em 2017, A Stranger in the House, em Portugal viria a ser editado em 2019 sob o título Um Estranho Dentro de Casa, e no Brasil  Uma Estranha em Casa.

O início é intrigante: Karen está casada com Tom e têm um relacionamento feliz. Mas naquela noite Karen saiu apressadamente de casa, pegou no automóvel e acabou por ter um acidente tendo sido encontrada pouco depois. Foi levada para o hospital e agora o seu estado de amnésia não a deixa explicar o que fazia naquela zona perigosa da cidade nem porque tinha saído à pressa de casa. A sua vizinha pode ser uma peça fundamental na procura por uma explicação que nem mesmo a polícia consegue encontrar, embora tentem relacionar o caso com o cadáver descoberto perto do local onde Karen se despistou.

A Minha Opinião

É um thriller que se lê com muita facilidade. As personagens são intrigantes e a curiosidade adensa-se com o desenvolvimento da história. Não será o melhor policial que li, mas entretém e quem gosta do género, tal como eu, não vai sair defraudado. São umas horas bem passadas e que garantem uma boa distração. Aconselho.


21 de novembro de 2023

Alvito

Este ano percorri novos caminhos pelo Alentejo, uma zona que conheço bem, mas que tem sempre algo novo para descobrir. E se no post anterior falei de Cuba, hoje trago imagens de uma vila ali muito perto e que é de uma riqueza impressionante. 

Alvito é sede de município e pertence ao distrito de Beja. Tem um longo passado, havendo conhecimento da permanência de povos desde o neolítico. Os romanos e os árabes também aqui se instalaram, nestas terras que já terão tido uma importância social e económica assinalável antes de terem assistido a um certo abandono populacional, vendo gente partir em busca de melhores condições económicas. De épocas antigas ficou um património digno de registo, São muitos os monumentos que mostram a riqueza desta região, a maior parte deles construída ou ampliada no século XVI, uma época em que Alvito passou por uma fase de grande desenvolvimento.

Ermita de S. Sebastião

Igreja da Misericórdia

Igreja Matriz - fachada principal

Igreja Matriz

D. João II deixou indicações para a construção  do Castelo de Alvito e sua entrega aos Barões de Alvito, o que só se viria a concluir  no inicio do séc. XVI já no reinado de D. Manuel. Este é um exemplo de palácio fortificado com características militares, o qual passou entretanto por remodelações, sendo atualmente uma pousada mas mantendo as características arquitectónicas principais.


Castelo Pousada


Interior do Castelo Pousada

Uma curiosidade digna de registo são as suas portas preservadas e que constam atualmente no roteiro da vila. No posto de turismo foi-nos mesmo indicado que percorrêssemos as ruas com atenção nesse pormenor.




Convento e Igreja de Santo António

E fica assim concluído o nosso percurso por hoje. Como poderão constatar, é um passeio que vale mesmo a pena, a região é muito atrativa em várias áreas e do ponto de vista arquitetónico, Alvito tem muito para oferecer. O meu conselho é que visitem pessoalmente, irão ficar rendidos a tanta beleza.

Aceitam a sugestão?

14 de novembro de 2023

Praia Fluvial de Albergaria dos Fusos em Cuba

E não é que ainda tenho temas do verão para postar? Numa tarde de sol como a de hoje lembrei-me de um local por onde passei quando estive de férias.
Cuba é uma pequena vila, sede de município no Baixo Alentejo, pertencente ao distrito de Beja. Por esta região passaram romanos e árabes, tendo sido integrada no território português por D. Sancho II no séc. XII. Existe uma corrente de investigação histórica que afirma que Cristóvão Colombo teria nascido aqui mas não tendo conseguido angariar esforços, teria sido no reino de Castela (hoje território espanhol) que conseguiria os meios para levar a cabo a expedição rumo a território desconhecido para ocidente. Acostados num arquipélago e aí procurando restabelecimento de forças, teria nomeado a maior das ilhas com o nome da sua terra natal: Cuba.

Há essa possibilidade perante os muitos documentos que têm sido analisados, que apontam as origens de Cristóvão Colombo, desde o exame da sua linhagem familiar a todo o seu percurso dentro do reino português e depois, no de Castela. É um tema que tem levado a muita investigação, por vezes dificultada pela falta de documentação original e dispersa.


Mas o tema hoje não é esse. Cuba é uma vila alentejana pacata e nas proximidades foi inaugurada este ano uma praia fluvial na Barragem de Alvito: a Praia Fluvial de Albergaria dos Fusos (nome da aldeia mais próxima) integrada no projeto do Ecopark do Alentejo Central. Nesta zona, para além do areal que foi implementado, há também um bar-restaurante, um centro náutico e uma área de observação de aves, tudo numa envolvência tranquila e de respeito pela natureza e que visa atrair à região um turismo consciente e sustentável.






Se forem para aqueles lados não deixem de visitar a ponte romana de Vila Ruiva, um legado que tem sido mantido e é um testemunho de outros povos que ali permaneceram há muitos séculos.



Como podem ver, motivos não faltam para fazer uma visita a esta região do Alentejo profundo. Fica o convite.