31 de março de 2018

O Assobiador

Quando há uns dias vi na televisão que um sobreiro tinha ganho uma distinção a nível mundial estava longe de imaginar que iria vê-lo de perto em breve. Por acaso calhou ir para aqueles lados e de repente reparámos nos letreiros que indicavam o lugar do Assobiador. Foi assim que, mesmo debaixo de chuva, pude sentir esta árvore única e impressionante.
 



Com uma copa gigante, é indescritível a sensação de abrigo que proporciona. Milhares de ramos entrelaçados no ar cobrem uma área considerável e com certeza proporcionam uma sombra acolhedora nos dias ensolarados, que não foi o caso. Ainda assim, lá debaixo quase não se notava a chuva.


Chamam-lhe Assobiador porque a sua copa abriga centenas de pássaros, o que dá para imaginar a sonoridade quando todos se instalam e está situado em Águas de Moura, concelho de Palmela em Portugal. 



Já fazia parte do Guiness por ser considerado o maior sobreiro do mundo e, a 21 de Março último este sobreiro foi distinguido também como a Árvore Europeia do Ano. Proposto a concurso pela  União da Floresta Mediterrânica (UNAC) fez parte de uma lista submetida a votação num concurso aberto à participação de todos através do voto online e onde a  Environmental Partnership Association (EPA)  pretende distinguir anualmente a árvore que detenha a história de maior interesse, conforme as regras do certame.

 
Já era bem conhecida da população local, ou não lhe chamassem também o sobreiro casamenteiro, e agora ficou famosa em todo o lado. É assim a vida de um sobreiro antigo mas muito bem conservado.


Página de facebook: aqui

Sem comentários: