22 de junho de 2017

Vamos dormir?


O  molde foi gentilmente cedido e eu achei piada experimentar fazer esta máscara para dormir. Sim, estou um bocado brincalhona, eu sei!



Página de facebook: aqui

2 de junho de 2017

True

Toda a gente sorri na mesma língua.



Página de facebook: aqui

30 de maio de 2017

Acima das nuvens

É sempre um prazer muito grande quando recebo uma encomenda de alguém que, já sendo minha cliente regular, me pede algo para oferecer a um recém-nascido.
 

As cores e os motivos foram de sua escolha e eu apenas posso dizer: bem vindo e que sejas sempre muito feliz, voando bem alto acima das nuvens!!!



Página de facebook: aqui

29 de maio de 2017

O Palácio Nacional de Sintra

Popularmente conhecido como Palácio da Vila é um dos monumentos mais visitados em Portugal. Quem chega a Sintra pela primeira  vez tem, quase que obrigatoriamente, de visitar este palácio que se encontra mesmo no centro da vila, sendo por isso muito fácil de lá chegar. As duas imponentes chaminés são o ex-libris que quase toda a gente reconhece como parte integrante da imagem de Sintra.
 
É um espaço que conheço bastante bem, embora não tenha assim tantas fotos para mostrar. Mas como o que pretendo é dar a conhecer um pouco daquilo que de melhor temos e também aguçar a curiosidade de quem está longe, aqui ficam algumas fotografias do meu arquivo.

 


 
É ou não é quase como viajar no tempo? Imagino as cortes ali instaladas, o movimento permanente dos que entram e saiem, pois para manter um edifício desta dimensão teria que haver imensas pessoas por ali.
 
E, por último, fica a imagem a partir de uma das janelas do palácio. Uma vista única, com o casario à volta e o castelo lá em cima.
 

Sobre este e outros locais de interesse histórico em Sintra, mais informações aqui.



Página de facebook: aqui

25 de maio de 2017

Panquecas de aveia

Há uns tempos que leio sobre as virtudes das panquecas de aveia e hoje resolvi experimentar. Com poucos ingredientes e em alguns minutos fiz três deliciosas panquecas que foram o meu pequeno-almoço.

Quando entrei na cozinha nem sabia bem o que iria preparar, mas na fruteira tinha uma última banana já bastante madura e lembrei-me logo de fazer esta experiência.
Então, passo a explicar: esmaguei a banana com um garfo, coloquei num recipiente com uma porção de aveia (assim a olho deve dar uma chávena de chá bem cheia) e um ovo. Misturei tudo muito bem até obter uma consistência pastosa e cozinhei com uma quantidade mínima de manteiga. Numa fritadeira anti-aderente é mesmo para usar um mínimo de gordura.

 
Esta massa fica completamente diferente da massa habitual de panquecas: não pode ficar líquida, tem que espalhar-se na frigideira com a ajuda da espátula de madeira. Eu optei por fazer assim, com a aveia em flocos, mas quem não gosta de sentir a textura, pode sempre colocar no copo próprio e passar com a varinha elétrica. Por fim, polvilhei com canela.


O resultado foram estas panquecas deliciosas, fofas e muito macias. Ok, eram três, mas não podia dar a receita sem provar primeiro, certo?

Simplesmente polvilhei com canela, mas já estou a imaginar o quanto ficarão boas com mel. E posso sempre incorporar na mistura sementes de linhaça ou de chia.

Ideias não faltam, agora é fazer novas experiências e ver no que dá...
 
 
 
Página de facebook: aqui

24 de maio de 2017

Um lugar (quase) escondido

Sintra é um daqueles locais que, por muito bem que se conheça, há-de haver sempre mais e mais a descobrir. Ou porque existem recantos fora das rotas turísticas habituais, ou porque simplesmente ficaram fechados demasiado tempo e longe dos olhares curiosos dos visitantes, muito ainda há muito por descobrir em Sintra e arredores.
 
Um desses lugares que merece ser visitado é a Quinta da Ribafria. Esta quinta é um espaço maravilhoso que conta com um solar e jardins de inegável beleza, jardins esses que desde 2015 se encontram abertos ao público.
 
Estive lá e deixo-vos algumas fotografias:
 










Não consigo descrever como é bom o aroma húmido e fresco daqueles jardins inseridos na mata e onde a natureza envolve um espaço que outrora foi vivido em pleno durante várias gerações.

Se puderem não deixem de visitar.

Mais informações



Página de facebook: aqui

22 de maio de 2017

Novidade!

Andei muito tempo a pensar nelas, a desenhar e redesenhar. A acertar medidas. Fiz testes, experiências e agora aqui está: uma boneca de pano que relembra a infância.
Tem aquela cara de marota, até os olhinhos são semelhantes aos que eu fazia quando desenhava bonecas em papel, numa fase de miúda crescida. Quis fazê-las com roupinhas práticas, de alguma forma lembrando as crianças e com as quais elas se possam identificar nas suas brincadeiras.
 

 



Agora que já apresentei aqui no blog esta minha última paixão, quero deixar claro que continuarei a fazer as Tildas, que adoro, mas são registos completamente diferentes.
Sentia falta de ter um projecto de uma boneca pensada para crianças e que relembre de alguma forma as tradicionais bonecas de pano. E quis pensar nela desde o início, traço por traço.
 
Estas esperam encontrar um lar brevemente e por agora encontram-se disponíveis para adopção. Têm cerca de 40 cm de altura e tenho a certeza que irão fazer uma criança ou até mesmo um adulto imensamente feliz.



Página de facebook: aqui

29 de abril de 2017

Em stock I

"Preciso de uma boa montra virtual" digo para mim. Um dia destes hei-de ter um site com espaço para cada pecinha em particular, mas enquanto isso não acontece, pensei em colocar aqui algumas fotos do que tenho em stock e que posso disponibilizar de imediato. São peças que aguardam pacientemente pelo cliente que lhes dê um espaço no seu lar, que possam colocar um sorriso no rosto de alguém e pode ser que por aqui cheguem finalmente ao destino. 
 
Andorinhas em tecido de algodão
Têm 15cm de ponta a ponta das asas. Podem ser adquiridas em conjunto ou separadamente.




 
 

Almofadinhas de cheiro
Cada conjunto é composto por três almofadinhas com recheio de alfazema. Para mimar alguém em especial ou para encher as suas gavetas com o aroma bom da primavera.






Boa pescaria
Conjunto de peixinhos bicolores ou de sardinhas. Para enfeitar um cantinho e lembrar o mar. Possibilidade de separar as peças, ficando aos pares.



Para mais informações, solicito envio de mail para: coisasdefeltro@hotmail.com



Página de facebook: aqui

10 de abril de 2017

Golden hour

Aquela hora onde o dourado antecede a noite. Momentos únicos de luz e harmonia, que tento captar.
 






Página de facebook: aqui

19 de março de 2017

O meu!


Obs.:  Mas claro que deixo aqui um beijinho a todos os pais que visitam este blog...



Página de facebook: aqui



página de facebook: aqui

10 de março de 2017

Vontade não falta


Os dias começam a ficar com temperaturas amenas e a vontade de sair aparece. Na verdade, não é que não dê vontade de sair quando está frio, mas com a primavera a aproximar-se e os dias a ficarem mais luminosos a necessidade de evasão é maior.
Fico pela vontade mas entretanto fiz uns caderninhos de viagem, pode ser que um dia lhes dê uso...

Na verdade tinha muito papel inutilizado e uma agenda em bruto que sobrou do ano anterior. Cortei as folhas, reaproveitei as que consegui e fiz as capas com uns restos de cartolina que andavam por aqui. Forrei-as com os mapas que vêm no final das agendas.

E voilá! Uma tem folhas lisas, outra pautada e vou ver que uso lhes vou dar. Entretanto experimentei novas técnicas de encadernação e colagem, aproveitei e sonhei um bocadinho.




Página de facebook: aqui

1 de março de 2017

 
 
 
 
Página de facebook: aqui
 
  

31 de janeiro de 2017

Alice no País das Maravilhas

Já fiz esta Tilda vestida de Alice há algum tempo, mas ainda não tinha mostrado aqui.
Foi um projecto que não saiu da minha cabeça durante imenso tempo mas que, por um ou outro motivo, fui deixando para depois.

Esta personagem de Lewis Carroll sempre me fascinou. Lembro-me de ver o filme da Disney ainda com dobragem em português do Brasil em miúda, e de ler o o livro numa daquelas edições de bolso, onde não existem desenhos, só letras. Penso que foi até um dos primeiros livros que li assim, sem "bonecos".
 

 
Alice: Quando tempo dura o eterno?
Coelho: Às vezes apenas um segundo.
 
 
Fica então aqui a minha versão da Tilda vestida de Alice, espero que gostem. Tem 60 cm de altura, é toda feita em tecido de algodão, com aplicações de rendas, bordados e fitas. Tem até um saiote que aparece por baixo do seu vestido azul e deixa ver o bordado na bainha. Um encanto de boneca.
 
Se pretenderem ter a vossa Alice, já sabem,  é só enviar mensagem.
 
 
 
Página de facebook: aqui
 
 


14 de dezembro de 2016

Less is more

Enquanto avanço com a escolha de tecidos para confeção de agendas 2017 e capas de agenda deparo-me com um que logo me chamou a atenção. Tem um padrão com desenhos de árvores e animais da floresta e logo pensei em fazer uma composição. Como não sabia em qual ficaria melhor, decidi fazer duas versões e aqui estão elas.


A intenção foi exactamente dar-lhes um ar bastante clean. Na frente e no verso estão duas árvores e duas raposinhas, colocadas em simetria. Tudo recortado e cosido de uma forma casual num tecido de algodão. Para o interior da capa e para as abas conjuguei os tecidos exteriores. Na agenda, coloquei ainda uma rendinha de algodão.


Acabadinhas de fazer, olho para a capa e para a agenda forrada e não consigo decidir de qual gosto mais.
Gostaria de saber a vossa opinião. Comentem, digam qualquer coisa, fico à espera.



Página de facebook: aqui

12 de dezembro de 2016

Preparadíssimos para o Natal

 

 
Mais uma vez os enfeites saíram da caixa onde permanecem todo o ano e volta tudo a brilhar, aguardando a noite de Natal que se aproxima. É uma repetição agradável, que espero que continue por muitas gerações.
 
 
 
Página de facebook: aqui