18 de novembro de 2013

Gingerbread Man

"Corre, corre o mais rápido que puderes. Tu não me consegues apanhar, eu sou o Gingerbread Man"

Quem é que conhece a história do boneco de gengibre? Popularizada pelos ingleses, que a levaram para os Estados Unidos, tem uma origem relativamente desconhecida, situada algures no norte da Europa.

Conta-se que um casal já idoso e sem filhos vivia numa cabana e um dia a senhora resolveu fazer um boneco de gengibre. Ao abrir a porta do forno... surpresa das surpresas: salta lá de dentro a bolacha feita boneco e corre para fora da cabana. Os velhotes ainda tentaram ir no seu encalço, mas o boneco, atrevido, desafiava:
- Corre, corre o mais rápido que puderes. Tu não me consegues apanhar, eu sou o Gingerbread Man.
Correndo, o boneco de gengibre passa por um porco que mostra intenções de o devorar. Ao que ele responde:
- Corre, corre o mais rápido que puderes. Tu não me consegues apanhar, eu sou o Gingerbread Man.
Nisto, atravessa-se no seu caminho uma vaca, que também o tenta devorar, ao que o boneco grita a sua famosa frase.
Já eram uns quantos a correr atrás do boneco de gengibre, mas ainda estava para surgir um cavalo, que vendo os outros correrem fez o mesmo depois de ter escutado a frase, em jeito de desafio:
- Corre, corre o mais rápido que puderes. Tu não me consegues apanhar, eu sou o Gingerbread Man.
Mas o que o boneco de gengibre não esperava era que no seu caminho estivesse um rio. "Se mergulho, amoleço e desfaço-me, o que vai ser de mim agora?" - Pensou.
De repente, uma raposa astuta salta detrás de um arbusto e propõe ajudá-lo a passar para a outra margem. Leva-o no dorso e a meio caminho diz que será melhor ele equilibrar-se no seu focinho, para não submergir na zona mais funda do rio. Gingerbread Man assim fez, o que permitiu à raposa dar um golpe com o focinho, mandá-lo ao ar e... comer a bolacha!


Pois é... aqui termina a história, mas cá para mim, o boneco de gengibre saiu disparado da boca da raposa e ainda anda por esse mundo fora, a correr e a desafiar por onde passa:
- Corre, corre o mais rápido que puderes. Tu não me consegues apanhar, eu sou o Gingerbread Man.



Página de facebook: aqui






Sem comentários: